Livros

Livros - Esta página está sendo revista. Contudo, todas as dúvidas em relação ao material serão respondidas sob consulta através de nosso e-mail comercial@oveleiro.com.br ou por telefone          (21 2233-3275 / 2233-3025 / 2253-9086).

Pode nos mandar uma mensagem por também aqui.

 

Trabalhamos com material para pronta entrega e sob encomenda.

Um litoral imenso e, paradoxalmente, raríssimas publicações, nem mesmo em língua estrangeira. Enfim, esse era o triste panorama enfrentado, no Brasil, pelos amantes da náutica e dos segredos do mar.

Na verdade, durante 18 anos, na condição de colunista e repórter do Jornal do Brasil, além de editor da Revista Vela & Motor, recebi centenas de cartas indagando sobre livros didáticos ou de aventuras, em português. E a resposta era sempre a mesma- não há nada – agravada pelo fato de, na época, não existir autor nacional dedicado ao tema. Como paliativo indicava algo em espanhol, ainda que difícil de ser encontrado nas livrarias.

Sozinho ao Redor do Mundo

Mas a triste e ridícula situação precisava ter um fim. E eis que surgiu uma editora que poderia ser batizada de “salvação”, mas que acabou recebendo o sugestivo nome de Edições Marítimas, mais direto e incisivo. E nada melhor para uma estréia do que a famosa história de Slocum, o primeiro homem a dar a volta ao mundo, sozinho, em um barco a vela de 1895 a 1898.

Edições Marítimas

Dai para a frente a Editora, funcionando há mais de 20 anos, e de vento em popa, apresentou diversos best sellers, nacionais e internacionais, valendo citar: “À Deriva”; “Astronomia sem Mistérios”; “Damien III Antartica à Vela”; “Dois contra o Cabo Horn”; “Guia de Peixes do Litoral Brasileiro”; “Guia Prático de Manobra”; “Iniciação Náutica”; “Marinharia e Trabalhos em Cabos”; “O Destino do Tzu Hang”; “Pesca Esportiva”; “Sozinho na Esteira das Caravelas”; “Um Mundo Só Meu” e “Velejando de Bikini”.

“Memoires Du Large”, do consagrado e saudoso navegador francês Eric Tabarly, e “ A Volta do Mundo sem Escalas”, dos ingleses Andy Briggs e John RidgMcay, contando as façanhas vividas a bordo do English Rose VI – um ketch de 57 pés – já estão no prelo.

O responsável pela empreitada pioneira? Jacques Mille, francês de nascimento, brasileiro naturalizado e de coração. Proprietário da Livraria Pantheon, por 10 anos, e também velejador, “mergulhou fundo” no mercado náutico. Sendo assim, desde 1968 importa equipamentos, a maior e mais conceituada empresa do ramo.

Outro nome destacado da Edições Marítimas e de O Veleiro é Alaide Mille, mulher de Jacques, e desde 1970, uma especialista no setor.

Portanto, resta aguardar, com justificado otimismo, os próximos produtos em seguida à esta excelente reedição – comemorativa de 100 anos do evento, agora com fotos e ilustrações; e desejar que bons ventos impulsionem a Edições Marítimas, uma iniciativa digna dos maiores elogios.            

Edson Afonso é jornalista e cobriu para o Jornal do Brasil Revista Vela & Motor os mais importantes eventos náuticos do mundo.